MOPP - Mission ouvrière Saints-Pierre-et-Paul

Os estatutos da mopp

Onde foi fundada a MOPP e seu fundador.

Em 1908 Jacques Loew, nascido no centro da França (Clermont-Ferrand) foi batizado na Igreja Católica. Quando criança frequentou uma escola dominical protestante e deixou de ser católico sem,

contudo tornar-se protestante. Seguiu o caminho da maioria da sua geração : perdeu a fé religiosa. Na cidade de Nice fez seus estudos secundários e formou-se em direito.

Em 1932, aos 24 anos Jacques contraiu a tuberculose, foi obrigado a se retirar nos Alpes Suíço. – Visitando a Cartucha da Valsainte, nos Alpes, foi tocado pela oração dos monges e pela beleza de um simples floco de neve. Ele descobriu Deus na natureza, na Palavra de Deus e na Igreja.

No decorrer de sua estadia no mosteiro da Valsainte concluiu que Deus é a única explicação da vida. Foi o ponto de partida de uma conversão que o levou a entrar na congregação dos Dominicanos e aí se tornou sacerdote.

Em 1941, chamado pelo padre Lebret, fundador de “Economia e Humanismo” para fazer uma pesquisa no complexo econômico do porto de Marselha. O Pe Jacques Loew, teve ali um choque revelador : “Aceitei, mas achei que para melhor conhecer aquilo que esmaga ou que une a vida dos trabalhadores, compreendi que era preciso trabalhar e viver com eles. Foi o que fiz”.

Esta experiência devia durar somente o tempo da pesquisa, mas Jacques ficou mais doze anos com os estivadores do porto de Marselha, tornando-se o primeiro padre operário na França. Ele começou a Missão de Marselha que foi uma referencia piloto para Nova Evangelização na França.

Em 1947, o jovem Karol Woityla visitou sua Comunidade em Marselha e partilhou esta experiencia na sua Polônia.

Em 1954, com a dolorosa experiência da cessação do experimento dos padres operários, Jacques obediente a Igreja, parou de trabalhar no porto, mas continuou a dedicar-se à evangelização nos bairros pobres do porto de Marselha.

Em 1955 ele fundou, com o encorajamento de Montini futuro Papa Paulo VI, a Missão Operária São Pedro e Paulo. Ela foi reconhecida em Aix-en-Provence em 1956 e aprovada a Roma em 1965 como Instituto apostólico.

Qual o carisma inicial da congregação ? 

Animado
de um grande amor pela Igreja, e sentindo a profunda dor da
incredulidade de seus contemporâneos, quis formar evangelizadores : A
Igreja precisa de missionários que convivam com as populações
laboriosas em comunhão de destino. Os modelos inspiradores da
comunidade são Pedro e Paulo. Na escola de Pedro se expressa o amor
à Igreja e aos seus sucessores. Este, que era um pescador e que
deixou as redes para seguir a Cristo, tornou-se a testemunha do poder
do ressuscitado. Como Paulo, nós temos o desejo de trabalhar para
oferecer o Evangelho gratuitamente aqueles que ainda não o conhecem.

A outra intuição fundamental de Jacques é de formar equipes de evangelizadores. Jesus enviou seus discípulos dois a dois, Paulo andou com Lucas, Barnabé, Silas, etc. Para Jacques os irmãos da Missão devem sempre ter presente o sentido profundo da pessoa humana e da verdade.

Há 56 anos que, a exemplo e seguindo o modelo dos apóstolos São Pedro e São Paulo, os membros da missão exercem o ministério de “evangelizador”.


Documents

Album photos

  • Jacques Loew, Manu Retumba, Carlos Tosar

    1964 Vila Yolanda

  • Paul Xardel e Pierre Wauthier

    1964 Vila Yolanda